Dados

As principais notícias da semana (10/12)

Confira as principais notícias da semana (03/12 a 10/12) no mercado de mídia e marketing digital

Acompanhe aqui no blog, toda semana, nosso resumo com as principais notícias dos últimos dias e algumas recomendações da Reamp!

 

Principais notícias do mercado durante a semana

Instagram e Facebook organizam Stories Festival

O Instagram e o Facebook anunciaram, durante a semana, um concurso para premiar os usuários que mais inovam nos vídeos dos Stories em cada plataforma. Criado especificamente para o Brasil, o Stories Festival – como será chamado – tem como objetivo incentivar a produção de conteúdo vertical e irá eleger os melhores em cinco categorias: Vale Tudo; Advertising; Short Film Stories; Doc Stories e Clip Stories.

As inscrições para o concurso vão até o dia 21 de dezembro, e a banca de jurados será composta por personalidades como Hugo Gloss, Andrea Siqueira, Fernanda Guimarães, Donenico Massareto e Marcio Fritzen. Os vencedores receberão um troféu e também serão convidados para uma oficina para aprimorarem as suas habilidades com vídeos verticais.

Para saber como se inscrever e mais detalhes sobre cada categoria premiada, confira a matéria completa no portal do Meio&Mensagem.

 

E-mails denunciam como Facebook negociava dados

O Facebook está sendo acusado pelos legisladores do Reino Unido de oferecer acesso a seus usuários e seus dados com base na quantidade de dinheiro que um parceiro em potencial gastaria. Na última quarta-feira (05/12), o legislador britânico Damian Collins publicou uma coletânea de e-mails internos do Facebook, incluindo correspondências do CEO Mark Zuckerberg relacionadas a como a rede social dá acesso aos desenvolvedores.

“Estamos tentando permitir que as pessoas compartilhem tudo o que querem e fazem no Facebook”, escreveu Zuckerberg a colegas em 2012, enquanto a empresa trabalhava na terceira geração de sua plataforma de desenvolvimento. “Às vezes, a melhor maneira de permitir que as pessoas compartilhem alguma coisa é fazer com que um desenvolvedor crie um aplicativo para fins especiais ou uma rede para esse tipo de conteúdo e torne o aplicativo conectado ao Facebook”. “No entanto, isso pode ser bom para o mundo”, acrescentou, “mas não é bom para nós, a menos que as pessoas também compartilhem de volta ao Facebook e que o conteúdo aumente o valor da nossa rede social”.

Em nota, o Facebook afirmou que os documentos divulgados na quarta-feira “são apenas parte da história e foram apresentados de uma forma muito enganadora e fora de contexto”. Para saber mais detalhes sobre o que mostram os e-mails, confira a matéria completa no portal do AdAge.

 

Google agora permite que seu navegador Chrome remova todos os anúncios de sites “abusivos”

A partir da última semana, o mais recente navegador Chrome, do Google, passou a ter mais força para combater a publicidade online. A versão 71, para o Windows, Mac e Linux, adiciona a capacidade do Chrome de detectar websites com técnicas de anúncios enganosas ou excessivamente agressivas e bloquear seus anúncios.

Esses sites, apresentando o que o Google chama de “experiências abusivas”, serão colocados na black list pelo navegador e, 30 dias depois que o Google enviar um aviso, os anúncios desse site não serão exibidos aos usuários que visitam o site com o Chrome. Caso desejar, o usuário pode desativar o mecanismo de bloqueio de anúncios do navegador.

Práticas abusivas incluem áreas de cliques ocultos, funções do site como “próximos” botões que chamam um anúncio, phising para enganar os usuários e revelarem informações pessoais, redirecionamento automático para um anúncio, malware, anúncios projetados para se parecer com aplicativos de bate-papo ou notificações do sistema e outras propagandas enganosas.

Para saber mais detalhes, confira a matéria completa no portal do Martech Today.

 

Adobe adiciona novos recursos a sua plataforma de gerenciamento de dados

A Adobe anunciou, na última segunda-feira (03/12), que está ajustando a sua plataforma de gerenciamento de dados (DMP) Audience Manager com dois novos recursos. O primeiro é o de exclusão de traços, ou seja, capacidade de subtrair uma característica comum ao criar um modelo de usuário idêntico, e o segundo é a capacidade de gerar relatórios automaticamente sobre impressões de anúncios por segmento de usuários.

Além disso, a Adobe está, agora, tornando o Data Explorer disponível – anunciado como beta em setembro, o pacote de autoatendimento dentro do Audience Manager é utilizado para dados brutos. O gerenciamento de atributos e segmentos de usuários são requisitos fundamentais para o marketing direcionado, e os novos recursos da Adobe podem ajudar os profissionais de marketing a ajustar o gerenciamento de seus ativos de dados removendo indesejáveis, rastreando custos ou adicionando dados inesperados do usuário.

Confira mais detalhes no portal Martech Series.

 

Recomendações Reamp

Confira os melhores e mais baixados apps para Android e iOS em 2018

Na última semana, a Apple e o Google divulgaram suas listas de melhores apps em 2018, incluindo tanto os aplicativos mais populares entre os consumidores, quanto os considerados com melhores desempenhos.

Para a Apple, o Youtube foi o aplicativo mais baixado entre os usuários, superando o Facebook, Instagram e Snapchat. Entre os aplicativos pagos, o Facetune foi o mais baixado, seguido pelo kirakira+. Já para o Google, o melhor app do ano é o Drops, aplicativo de aprendizado de idiomas, e o melhor jogo é o PUBG Mobile.

Para conferir a lista completa e mais alguns detalhes da pesquisa divulgada, confira a matéria completa no portal B9.

 

Consumidores acreditam que mercas pedem por muita informação

Se você está tentando desbloquear um conteúdo ou adquirir um desconto de compras online, pode ser incrivelmente frustrante se você for forçado a preencher um formulário que parece que nunca vai acabar. Os dados fornecidos nesse formulário podem ser úteis para os profissionais de marketing na geração de leads, mas pedir informações demais pode desativar os usuários de uma marca, de acordo com dados divulgados pelo eMarketer.

Em uma pesquisa feita em novembro de 2018 pela Jebbit com 1.000 usuários adultos de smartphones nos Estados Unidos, 35,9% dos entrevistados disseram que pedir informações demais leva a desconfiar de uma marca. Os escândalos de dados públicos levaram 28% dos entrevistados a desconfiarem de marcas ao fornecer suas informações pessoais, e aqueles que foram pesquisados parecem estar mais incomodados por serem solicitados a fornecer informações demais do que por questões como violações de dados.

Para saber mais detalhes, confira a matéria completa no portal do eMarketer.

 

Como estamos consumindo propaganda hoje em dia?

Estamos vivendo em um cenário onde, hoje, os consumidores estão mais curiosos e mais exigentes do que nunca. Cada vez mais, desejamos praticidade e rapidez em nossas atividades, e isso inclui a maneira como consumimos anúncios – já que gostamos de interagir com aqueles que são exclusivamente relevantes para nós.

A propaganda sempre possuiu um papel fundamental no desenvolvimento de veículos de comunicação, e sua influência em todos os meios como televisão, jornais, rádio, revistas e sites é um fator fundamental na comunicação de qualquer negócio com os seus clientes. Por isso, elas vêm evoluindo ao longo dos anos e acompanhando a tecnologia e todas essas mudanças no comportamento do consumidor.

Mas como os consumidores estão, de fato, lidando atualmente com o consumo de anúncios? O que mudou durante os anos que fez com que a indústria de marketing também precisasse evoluir? No Dia da Propaganda, que aconteceu na última semana, realizamos um post especial sobre o tema contando sobre o cenário atual da publicidade e todas as mudanças desde que a propaganda surgiu! Não deixe de conferir o post completo no nosso blog!

 

Como a LGPD afeta o departamento comercial?

A nova Lei Geral de Proteção de dados (LGPD) entra em vigor, oficialmente, em fevereiro de 2020 no Brasil. Durante esse tempo que foi estipulado para que as empresas e órgãos se adaptem, estaremos produzindo diversos conteúdos para auxiliar as organizações durante esse processo.

Como sabemos, não são poucos os setores que serão afetados pela lei – toda e qualquer empresa que trabalhe com dados de consumidores será impactada. E é por isso que, para ajudar as empresas a se adaptarem à nova regulamentação, falamos sobre os principais impactos da lei no setor comercial das empresas – já que o cliente e suas técnicas de vendas devem estar alinhados com a lei, ou a empresa correrá o risco de ser multada.

Para saber mais detalhes sobre as principais mudanças que a lei irá causar na área, confira a matéria completa do nosso blog.

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Início