Tecnologia

As principais notícias da semana (26/11)

Confira as principais notícias da semana (19/11 a 26/11) no mercado de mídia e marketing digital

Acompanhe aqui no blog, toda semana, nosso resumo com as principais notícias dos últimos dias e algumas recomendações da Reamp!

 

Principais notícias do mercado durante a semana

Google Assistente agora permite que usuários escutem notícias

Foi divulgado, na última semana, que o Google Assistente agora terá um recurso para que os usuários ouçam notícias de veículos brasileiros, como a CBN, Estadão, Veja, Terra, Jovem Pan e Rádio Globo. Para ativar a função, basta dizer “Ok, Google, ouvir as últimas notícias” ou pedir uma fonte específica como “Ok, Google, ouvir últimas notícias da CBN”.

Cada veículo terá sua programação como um “giro de notícias”, e o software já está disponível no Android a partir da versão 5.0, e no iOS precisa do aplicativo Google Assistente.

Confira a matéria completa no portal do Adnews.

 

Consultoria revela as marcas brasileiras mais valiosas de 2018

Na última quarta-feira (21/11), a consultoria global Interbrand anunciou, em evento, o ranking das “25 Marcas Brasileiras Mais Valiosas” de 2018 – com as cinco primeiras posições sendo ocupadas pelo Itaú, Bradesco, Skol, Brahma e Banco do Brasil. A grande novidade da lista é o Assaí, que ocupa a 23ª posição no ranking, com um valor de R$ 459 milhões.

Das 25 marcas, 15 apresentaram uma variação positiva quando comparamos com o ano anterior, e pudemos ver crescimento em marcas como Magazine Luiza (50%), CVC (21%), Porto Seguro (12%) e Localiza (10%). As cinco primeiras marcas, este ano, representaram 75,8% do valor total do levantamento.

Para conferir a lista completa e mais detalhes sobre a pesquisa realizada, confira as matérias nos portais do Propmark e no Meio&Mensagem.

 

Instagram anuncia remoção de likes e seguidores irregulares

Na última segunda-feira (19/11), o Instagram anunciou que estará removendo de sua plataforma likes e seguidores irregulares. De acordo com a empresa, esse tipo de comportamento viola os termos de uso e as diretrizes da comunidade, e para isso estão desenvolvendo uma inteligência artificial capaz de identificar contas que se beneficiam com a prática.

Para saber mais detalhes, confira a matéria completa no Adnews.

 

Gartner anuncia 10 principais tendências estratégicas para IoT até 2023

O Gartner Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia, anunciou na última semana o estudo com as 10 principais tendências estratégicas da tecnologia de Internet das Coisas que impulsionarão os negócios digitais até 2023.

“A IoT continuará a oferecer novas oportunidades de inovação nos negócios digitais durante a próxima década e novas possibilidades serão propiciadas por novas tecnologias ou por tecnologias aprimoradas”, disse Nick Jones, vice-presidente de pesquisas da Gartner.

As 10 tecnologias e tendências de IoT indicadas pela empresa foram: Inteligência Artificial; IoT social, legal e ética; o Valor da Informação (Infonomics) e Transmissão de Dados; a Mudança da Rede de Borda Inteligente para a Arquitetura de Malha Inteligente; Governança de IoT; a Inovação dos Sensores; Hardware e Sistema Operacional mais confiáveis; Nova experiência de usuário para IoT; Inovação do chip de silício; e Novas tecnologias de rede sem fio para IoT.

Para saber mais detalhes sobre cada uma das tendências, confira a matéria completa no portal do Digitalks.

 

Youtube começa a exibir o dobro de anúncios “precedentes”

Os espectadores do Youtube estão começando a receber dois anúncios em vez de apenas um antes dos vídeos que desejam assistir, já que o serviço dá mais um passo para replicar a TV online. O site desenvolveu “pods de anúncios”, que permitem um intervalo comercial com duas mensagens. “O Youtube continua a inovar e pensar em como podemos tornar a experiência do anúncio o melhor possível para o usuário”, diz Debbie Weinstein, vp do Youtube e soluções globais de vídeo. “Oferecer valor ao anunciante e torna-lo uma plataforma que está ajudando a gerar receita para os criadores de conteúdo”.

Os pods de anúncios reproduzem mais comerciais ao mesmo tempo em que reduzem as interrupções no número de vídeos, de modo que quatro anúncios possam ser exibidos em duas pausas em vez de quatro separados, por exemplo. Essa função será executada apenas em computadores por enquanto, mas serão expandidos para todas as propriedades do Youtube em dispositivos de TV móveis e conectados no próximo ano.

Para saber mais detalhes, confira a matéria completa no portal do Adage.

 

Recomendações Reamp

Como a LGPD afeta o setor jurídico das empresas?

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, inspirada no GDPR da União Europeia – que já entrou em vigor – terá como maior objetivo proteger dados pessoais dos consumidores online, garantindo que o usuário esteja totalmente de acordo com o uso de suas informações por parte das empresas. Caso as novas regras sejam descumpridas, as penalidades são severas: as multas podem chegar à até 2% do faturamento anual global das empresas.

Mas o que, afinal, a introdução da LGPD realmente significa para as instituições e setores jurídicos e em quais áreas elas deveriam se concentrar para entrarem em conformidade o mais rápido possível?

Escritórios de advocacia são controladores e processadores de dados dos seus clientes, o que significa que é crucial que cumpram as regras, já que o impacto nessa área será amplo. A coleta de dados para pesquisa legal, por exemplo, será perigosa devido ao potencial de multas enormes. Por isso, o trabalho de pesquisa precisará estar em conformidade com uma ampla gama de regulamentações que abrangem a lei e qualquer escudo de privacidade configurado.

Por isso, para saber em quais áreas o setor jurídico pode ser mais afetado pela lei e o que pode ser feito para que a sua empresa entre em conformidade com ela, confira a matéria completa sobre o tema no nosso blog.

 

Mídia programática irá representar dois terços dos gastos com publicidade digital em 2019

De acordo com o relatório “Programmatic Marketing Forecasts”, divulgado na última semana pela Zenith, dois terços (65%) dos investimentos globais em publicidade digital em 2019 serão investidos em mídia programática. No próximo ano, os anunciantes de todo o mundo irão gastar US$ 84 bilhões na prática, e a expectativa é que até 2020 esse valor represente 68% dos gastos da área, chegando a um total de US$ 98 bilhões.

Apesar disso, podemos ver também uma desaceleração no seu crescimento – para 2018, a Zenith prevê um crescimento de 24% nos gastos com mídia programática, e em 2017 o aumento foi de 32%, enquanto as projeções de crescimento para 2019 e 2020 são de 19% e 17%, respectivamente. “Achamos que o principal motivo para a desaceleração nos gastos com a mídia programática é que os anunciantes estão investindo mais em infraestrutura e dados para tornar sua atividade programática mais eficaz”, destacou o relatório.

Para saber mais detalhes, confira a matéria completa no ExchangeWire.

 

Black Friday bate recorde no faturamento total de 2017

De acordo com dados da Ebit|Nielsen, as vendas na Black Friday – que aconteceu no mundo todo na última sexta-feira (23/11) – alcançaram R$2,1 bilhões pouco antes das 17h. Apenas esse número, no caso, já é o mesmo que o faturamento total da data em 2017 – e que, quando comparamos, vemos um crescimento de 26%.

Além disso, o número de pedidos já ultrapassou a marca de mais de 3,23 milhões, um crescimento de 14% com o ano anterior. O tíquete médio aumentou para R$641, alta de 10% graças à compra de produtos como eletrodomésticos smartphone.

Para mais detalhes, confira a matéria completa no portal do E-commerce News.

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Início