Tecnologia

RD Summit 2017 – Rafael Damasceno, da Supersonic

Importância dos testes A/B e como utilizar no seu negócio

Outro assunto abordado no segundo dia de palestras do RD Summit foi “Testes A/B: como explorar ao máximo a arma secreta das empresas que mais crescem no mundo”. A palestra foi apresentada por Rafael Damasceno, CEO e co-fundador da Supersonic, consultoria focada em Otimização de Conversão (CRO) que atende a clientes como Resultados Digitais, Rock Content e Samba Tech.

Tão importante quanto as mudanças e ajustes em sites e landing pages, é o teste A/B. O teste, já realizado há anos, iniciou-se no século X com um experimento de Ibn al-Haythan (também conhecido como Alhazen). Nessa época, a sociedade acreditava que olhos emitiam luzes, e por isso víamos tudo ao nosso redor. Através do experimento, Alhazen pode provar que o que acontecia era justamente ao contrário: nossos olhos recebiam luzes, e por isso vemos tudo ao nosso redor.

 

 

Para que isso fosse descoberto, o pesquisador levantou uma hipótese e tentou validá-la, mesmo princípio utilizado por medicamentos de placebo e também pelos testes A/B. “O dever do homem que investiga os documentos científicos, caso seu objetivo seja aprender a verdade, é tornar-se um inimigo de tudo o que lê”, dizia Alhazen.

Um exemplo citado por Rafael foi da empresa Sambatech. A home do site da empresa estava com um número baixo de conversões e um alto número de rejeição. Após algumas análises, uma hipótese foi levantada: será que se a home possuísse uma oferta mais clara e com maior autoridade, esses indicadores melhorariam? A resposta foi sim, e os números melhoraram em 70% após o teste e implementação das mudanças.

 

Como fazer um teste A/B

  1. Tudo começa com uma boa hipótese. Não siga seus concorrentes ou opiniões. Fundamente-se em dados, em informações mensuráveis e científicas. Duvide da realidade. Um caso mencionado pelo especialista foi de uma empresa que já possuía um processo de 1 step ckeck-out e não gerava boas vendas. Após análise, foi observado que o modelo não era vantajoso para a empresa, e um processo de 5 steps check-out foi implementado. Pode parecer loucura, mas as vendas aumentaram consideravelmente, em 81%.
  2. Escolha a ferramenta correta. Existem diversas opções disponíveis, e algumas delas são grátis. A única necessidade é colocar um java script dentro do seu site. Mudanças simples para testes podem ser feitas diretamente no editor visual, mas caso as mudanças sejam mais numerosas ou complexas, é melhor trabalhar por fora.
  3. Faça quality assurance e sempre revise todos os processos. “Assuma que está tudo quebrado até que se prove o contrário”, diz Rafael. Reveja configuração de eventos e metas, redirecionamento de páginas, velocidade de carregamento e exibição em diferentes tipos de browsers e dispositivos.
  4. Execute o teste. Deixe-o rodar por pelo menos três semanas, assim é possível evitar sazonalidades. Testes muito longos também não são desejados, então trabalhe com testes de até 2 meses de duração. Algumas métricas principais de análise ao implementar testes são conversões, aumento percentual e significância estatística. A última é a mais importante, pois é ela que vai dizer se os resultados encontrados são realmente verdadeiros. “Qual a chance da página A ser realmente melhor que a página B?” questiona.

Mas porque uma empresa grande deveria se dar esse trabalho de testes A/B?

Rafael cita alguns motivos essenciais:

  1. Você nunca irá andar para trás fazendo esse tipo de teste. Ou você anda para frente ou, no máximo, se mantém onde está agora.
  2. O aprendizado vale ouro. Com os testes, você vai conhecer melhor como funciona tudo e todos (seus consumidores, os principais argumentos de venda, características de produtos mais importantes, funcionalidades mais desejadas).
  3. Fatos são mais eficientes do que opiniões. A sua opinião na verdade não importa. Aquilo que dita se algo funciona ou não, são os fatos e os dados.

2 Comments

2 Comentários

  1. Julia

    21 de novembro de 2018 at 1:17 pm

    Quanto conteudo de qualidade encontrei aqui no site. Agradeço por compartilhar. Sucesso. abraço

    • Equipe Reamp

      6 de março de 2019 at 2:17 pm

      Ficamos felizes que tenha gostado, Julia! Continue acompanhando nosso blog 🙂

Deixe seu comentário

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Início