Written by: Tecnologia

Facebook descarta recursos de impulsionamento de publicações

Nova atualização da rede irá deletar 17 opções de impulsionamento para focar nas práticas mais eficientes

Foi divulgado no blog de negócios do Facebook, na última quinta-feira (24/08), que algumas opções raramente usadas por usuários no impulsionamento de publicações na rede social serão aposentadas. A ideia, segundo a empresa, é garantir o melhor aproveitamento das marcas que veiculam anúncios na plataforma, removendo alguns recursos não tão eficientes para que o foco seja nos produtos que trazem melhores resultados para anunciantes.

As mudanças irão valer a partir do dia 15 de setembro de 2017, e campanhas já existentes poderão rodar até o dia 29 do mesmo mês. Antes, perfis comerciais conseguiam impulsionar qualquer tipo de publicação para ter mais alcance, mas algumas como aniversários de amigos e confirmação de presença em eventos eram raramente compartilhadas e não traziam resultados eficientes quanto outros formatos.

 

Publicações que não poderão mais ser compartilhadas no Facebook

O Facebook divulgou a lista completa das opções que serão removidas da plataforma. Confira:

1. Compartilhamentos de produtos de lojas;

2. Compartilhamento de uma história sobre publicações de promoção;

3. Check-ins em mapas, restaurantes ou cidades;

4. Compartilhamentos de notas;

5. Compartilhamentos de enquetes;

6. Compartilhamentos de recomendações de lugares;

7. Compartilhamentos de momentos culturais;

8. Compartilhamentos de comentários;

9. Compartilhamentos de foto de perfil;

10. Compartilhamentos de uploads de arquivos;

11. Compartilhamentos de eventos esportivos;

12. Compartilhamentos de um vídeo ou imagem feitos com a câmera do Facebook;

13. Confirmação de presença em eventos;

14. Compartilhamentos de playlists de vídeos;

15. Atualizações de status de “está assistindo à” programas de televisão, filmes ou outros tipos de programação;

16. Posts de aplicativos postados na linha do tempo de uma página;

17. Publicações de political endorsement, que servem para demonstrar apoio à determinado político;

 

A atualização não terá um impacto tão grande em empresas que utilizam o serviço, e existem outras alternativas que geram melhores resultados em publicações, como a compra de Facebook Ads.

 

Como ter bons resultados em publicações do Facebook?

O marketing em redes sociais é uma estratégia cada vez mais utilizada por empresas que desejam atrair Leads de maneira rápida e criar um bom relacionamento com os clientes. No entanto, deve existir também um investimento para que os anúncios cheguem às pessoas certas. Hoje, é possível atrair cliques para seu site sem gastar dinheiro com publicidade por meio do crescimento orgânico em redes sociais, mas a compra dos Facebook Ads é uma ferramenta que pode ajudar a trazer resultados positivos em campanhas patrocinadas.

Os anúncios segmentados no Facebook são muito utilizados por empresas que desejam atrair uma determinada audiência. Portanto, é importante que antes de anunciar, uma empresa saiba quais são seus objetivos com determinada campanha e quais pessoas ela deseja atingir.

A construção de uma base de seguidores é essencial para que mais pessoas tenham interesse em acompanhar as atualizações da página, o que torna necessário também o investimento em um conteúdo de qualidade. Ter uma campanha no Facebook Ads é um bom negócio para atingir pessoas que já curtiram a página e podem se engajar no tema.

A ferramenta do Facebook Ads possui três níveis em sua estrutura: campanha (é definido o objetivo de sua veiculação), conjunto de anúncios (campanhas são separadas em conjuntos de acordo com o segmento que ela vai seguir) e anúncios (que são veiculados normalmente para o público-alvo). Existem vários tipos de anúncios, cada um com objetivos diferentes, que foram listados pelo próprio Facebook:

Reconhecimento da marca: são anúncios que tem como objetivo aumentar o reconhecimento de uma marca atingindo pessoas que estão mais propensas à verem seus anúncios e possuírem a lembrança de marca.

Engagement: está ligada ao engajamento dos usuários, e quanto mais pessoas curtirem, compartilharem e comentarem na publicação, mais pessoas vão vê-la.

Alcance: o anúncio é exibido para o maior número possível de pessoas na rede.

Tráfego: é possível aumentar o tráfego no seu site por meio de anúncios do Facebook, que vão direcionar os usuários para outro endereço da web.

Instalações do aplicativo: as pessoas são enviadas para a loja onde podem fazer download do aplicativo.

Visualizações do vídeo: o marketing por meio de vídeos é uma estratégia muito utilizada para marcas que desejam aumentar o poder da sua marca.

Geração de cadastros: ao clicar no anúncio, o usuário é direcionado à outra página fora do Facebook e deve preencher informações de cadastro em troca do serviço. Outra estratégia é criar os Facebook Lead Ads, onde o usuário clica no anúncio e já tem acesso a um formulário com suas informações básicas dentro da própria rede, facilitando o trabalho do usuário e sua conversão.

Conversões: o usuário realiza ações no site ou aplicativo, como realizar uma compra. São pessoas que se tornaram clientes ou prováveis clientes, mas de alguma maneira se interessaram pelo conteúdo da marca.

Vendas do catálogo de produtos: anúncios mostram automaticamente produtos do seu catálogo.

Visitas ao estabelecimento: promove vários pontos comerciais para pessoas que estão nas imediações.

Definir sua audiência e focar em um bom conteúdo são as principais estratégias para conseguir um engajamento maior em uma página do Facebook. Dessa maneira, o Facebook Ads consegue trabalhar também para um maior alcance de pessoas na rede de uma maneira mais segmentada e específica diretamente para o público-alvo, tornando o processo mais rápido.

 

 

Fonte: Nanigans

(Visited 2.924 times, 1 visits today)