Written by: Dados

Você conhece os tipos de dados existentes?

Confira as principais maneiras de trabalhar com Data Analytics

Quando falamos de Data Analytics, pensamos em uma análise para compreender um grande volume de dados, levantando informações importantes sobre um assunto. Mas existem quatro desses tipos de análise que se destacam dentre tantas possibilidades: Preditiva, prescritiva, descritiva e diagnóstica. O que cada uma delas faz?

 

1. Análise Descritiva: “O que está acontecendo?”

É a mais comum de todas as análises, e fornece ao analista uma visão de métricas e medidas importantes. Pode ser definida como estudo em tempo real dos acontecimentos, para que decisões imediatas sejam tomadas da maneira correta.

O modelo é muito utilizado em análise de crédito em instituições financeiras, por exemplo. É possível compreender informações de um cliente e cruzar com dados que mostrem os riscos envolvidos em determinada situação.

 

2. Análise Diagnóstica: “Por que está acontecendo?”

O analista utiliza de ferramentas que permitem detalhar e isolar a raiz de um problema. O principal foco desta análise é entender quais fatores influenciaram o resultado de algo, e a partir disso descobrir quais possíveis estratégias podem ser traçadas para sua melhora ou para reforço do seu objetivo.

Este tipo de análise pode ser muito utilizado quando uma empresa realiza uma campanha de marketing e precisa avaliar seu impacto em relação ao público.

 

3. Análise preditiva: “O que pode acontecer?”

A análise preditiva trata-se de considerar a probabilidade de um evento acontecer no futuro, estimando e mapeando estratégias com dados de pesquisa mais sólidos. A partir de pesquisas de padrões comportamentais, é possível prever como será o comportamento futuro de um determinado grupo e tomar decisões mais assertivas.

O modelo utiliza de uma variedade de dados que chegam à uma conclusão, e é muito útil, por exemplo, ao avaliar tendências de consumo.

 

 

4. Análise prescritiva: “O que eu preciso fazer?”

Enquanto a análise preditiva estuda eventos futuros, a análise prescritiva traça possíveis consequências de cada uma dessas ações, decidindo qual será a melhor escolha em determinado momento.

Um exemplo dessa análise pode ser observado no trânsito. Quando pensamos de maneira prescritiva, a melhor rota será escolhida baseando-se na distância de cada uma, velocidade e possíveis restrições.

A análise de dados é sempre um passo essencial para que uma empresa tenha sucesso na tomada de decisões, mas para que ela funcione é importante que essas quatro principais estratégias para medir os dados sejam bem compreendidas. Dessa maneira, além de coletar os dados, as informações obtidas serão utilizadas do jeito mais simples possível de acordo com a necessidade de cada situação.

 

(Visited 1 times, 1 visits today)